The Revolution Issue

As pessoas estão despertando

Portuguese translation of "The People Are Waking Up."
Nylon, March 2009

This article is available in:

Elas estão loucas para se envolver, e elas estão se envolvendo. A vontade delas de mudar o mundo está passando de um pensamento ocasional numa manhã de segunda-feira para ações concretas. Elas estão começando a ver o ativismo não como algo feito em reuniões beneficentes e protestos, mas como um meio de vida, uma escolha pessoal e espiritual. Basicamente, é a decisão de rejeitar a passagem de nossa cultura para o narcisismo. É uma visão que rejeita a filosofia do consumidor moderno de que a verdadeira felicidade vem do acúmulo material pessoal e do interesse próprio. É a percepção de que a alegria de se conectar à natureza vence a alegria de se comprar desenfreadamente.

Somos animais sociais; temos desejo de conexão e de comunidade; temos desejo de uma identidade ampla e abrangente que nos conecte com toda a humanidade – não somente com nossos amigos e família, não somente com nossa cidade, nosso país, nossa espécie – mas com cada ser vivo na Terra, seja planta, animal ou humano.

É uma nova filosofia – e talvez uma muito antiga. Ela leva ao mais profundo e significativo tipo de felicidade que alguém poderia sentir. Ela adota a felicidade de outros como a sua própria... e também partilha do sofrimento dos outros.

Você não consegue comprar esse tipo de felicidade em uma loja. Você não consegue obtê-la vencendo o último nível de um vídeo game. Ela não vem na ponta de um cachimbo ou do fundo de uma garrafa. Ela não vem de assistir esportes. Ela não vem de como você se veste ou de que tipo de carro você dirige. Ela não vem de obter um diploma na faculdade ou de um salário mais gordo. Ela vem diretamente da percepção profunda e definitiva de que não há ilhas isoladas do "eu" e do "outro". Estamos entrelaçados em tudo. Somos o todo.

Tim Hjersted é diretor e cofundador de Films For Action.

Trad: [email protected]